Antologia Fogo de Prometeu

Apesar do longo tempo sem atualizações, volto aqui com uma excelente notícia: uma nova publicação! É com enorme prazer que posso dizer que faço parte de uma das novas antologias da Andross Editora, a Fogo de Prometeu.

fogodeprometeu_capa

As antologias da Andross reúnem autores incríveis que escrevem contos abordando temáticas semelhantes. O livro Fogo de Prometeu, por exemplo, é inteiramente dedicado a histórias fantásticas. Aqui está a sinopse:

“Criar mundos e seres de todos os tipos era privilégio das mais poderosas divindades da antiguidade. Até que Prometeu roubou o fogo dos deuses e o entregou aos homens, tornando-os, assim, senhores de seus destinos. Eles passaram a contar suas próprias histórias fantásticas a seus pares. Primeiro oralmente, depois, em pergaminhos, e, mais tarde, em livros, como este que você tem em mãos.”

O livro está à venda na minha loja virtual, mas você também pode comprá-lo pessoalmente comigo, caso more em Brasília! Basta entrar em contato comigo por email (sofialopes672@hotmail.com), ou pelo meu Facebook pessoal.

Ao adquirir o Fogo de Prometeu pela loja virtual, você pode aproveitar e comprar também meu livro Galatea – estou vendendo os dois como um pacote, por um preço promocional. Aproveite! ❤

Sobre minha loja e outras boas novas

logo-tanlup

Oi! Estive ausente por algum tempo, mas volto com boas notícias.

A primeira delas é minha loja, que decidi abrir recentemente. Eu a criei porque me pareceu uma maneira prática de listar todos os livros e textos que eu pretenda vender de forma independente.

No momento, há apenas um produto lá: o eBook Carbon Made. Isso significa que agora vocês podem comprá-lo sem as complicações de um site internacional, além da vantagem de poder escolher entre múltiplas formas de pagamento. Se você ainda não garantiu um exemplar, aproveite e dê uma olhada! Agradeço demais.

A segunda notícia é que lançarei uma obra este ano, junto com a Chiado Editora. Estou empolgadíssima, cheia de planos e expectativas. Em breve atualizarei o blog com mais informações sobre o novo livro – e, na ocasião do lançamento, divulgarei aqui todos os eventos que possam ocorrer.

É isso – por enquanto!
Até breve!

Carbon Made – Lançamento do livro

Escrevi um livro! As pré-vendas pela Amazon.com já estão disponíveis, e o lançamento oficial será no dia 03/08. (outros links no final do post!)

O livro Carbon Made é uma coletânea de poesias, escrita em inglês e publicada exclusivamente em formato eBook. É um misto de lirismo, memórias, sensações e literatura fantástica.

25-info

Ao longo da próxima semana vou postar atualizações sobre a venda. Também vou liberar algumas prévias do conteúdo, então fiquem atentos à minha página!

Reforçando: as pré-vendas já estão sendo realizadas pela Amazon.com e os exemplares comprados serão entregues, em formato digital, a partir do dia 03 de agosto.

O preço é $2.99 (pouco menos de 10 reais), pois pretendo que a aquisição seja bastante acessível. Outras formas de compra serão liberadas em breve, então se o Amazon.com não for sua plataforma favorita, logo você vai poder adquirir por outros lugares.

Por enquanto é isso! Dê like na minha página para acompanhar notícias futuras. Compartilhe com os amigos e, se tiver interesse, considere comprar o eBook!

Publicação independente é um ramo em constante crescimento, e autores como eu contam com cada um de vocês pra apoiar nosso trabalho. ❤

Obrigada!

Pré-venda no Amazon Brasileiro: http://www.amazon.com.br/gp/product/B012C07UNK
Pré-venda no Amazon.com: http://www.amazon.com/gp/product/B012C07UNK
Minha página no Facebook: https://www.facebook.com/aestatuaria
English version of this post: https://estatuaria.wordpress.com/carbon-made-book-release/

Inspiração – A arte de Lenka Simeckova

Como já mencionei no passado, frequentemente sinto certa conexão com a obra de artistas visuais. Acredito que o visual possui apelo imenso – e traz consigo o poder de estreitar a trama que une o leitor à obra.

As histórias e cenários que imagino são ricos em conteúdo estético. Por isso, gosto de adicionar imagens às palavras, como forma de proporcionar uma conexão tangível entre o idealizado e o apreendido.

Lenka Simeckova é uma artista com a qual me identifiquei desde que descobri suas obras.

Continuar lendo

Sobre artes que convergem

De tempos em tempos, encontro artistas visuais cujas obras me remetem imediatamente aos meus textos e aos temas que me inspiram, ao escrever. Listei abaixo algum dos ilustradores com os quais mais tenho sentido essa conexão:

Ania Tomicka

O trabalho da Ania Tomicka possui uma beleza lúgubre. Fala de fantasmas antigos, de domínios que se tocam e se fundem – sonhos, consciências, espectros. Gosto da ideia de realidades que se assombram mutuamente, e a arte da Ania Tomicka me remete a algo assim. As personagens de suas obras sempre parecem traçar certo tipo de contato com algo imaterial, matéria intangível mas de presença contínua.

divider

Dan Hillier

Não conheço o Dan Hillier há tanto tempo, mas a ilustração acima despertou minha curiosidade sobre ele. A partir daí, procurei mais sobre sua arte, e tudo o que descobri me levou a um estado de encanto e identificação. O que vejo são insinuações de teriantropia e carnalidade, do humano interligado à animalidade. São temas que me atraem e que tendo a explorar, ao escrever.

divider

Mia Araujo

Ela conta histórias de rainhas, concubinas e demônios, desvela tramas inteiras por meio de não mais que uma imagem.  Talvez a razão pela qual me identifico seja essa: suas ilustrações, deliberadamente, tornam-se contos, palavras que se expandem e se moldam a cada olhar.

divider

Caroline Jamhour

O trabalho da Caroline Jamhour significa muito para mim. É difícil descrevê-lo – há a complexidade latente da arte, e há algo mais. As temáticas mesclam-se e transforam-se, criam um enredo fascinante de mitologias, misticismos, demonologia, alquimia. Sinto uma combinação dos aspectos que mais me atraem sobre a arte de outros ilustradores: a beleza assombrada, o humano em comunhão com o animal, certa carnalidade, insinuações de contos e enredos em cada imagem.

Quimera – Uma introdução

Lamassu by AeryaelLamassu, por Caroline Jamhour

“Como uma quimera – parte mulher, parte bestialidade mítica.”

A luz entre paredes altivas, templos forjados do desejo, ilumina a cor de sua face; os fogos ardentes, as tochas da devoção.
Uma visão em seus panos, a fumaça perfumada embrenhada às frestas de sua pele. O ouro, a ágata lapidada ornam a lã em seus cabelos. Ela tem a paixão em suas mãos, doçura e vigor em seus lábios.
Um instante – um olhar à alma agrilhoada, enlevada pelo amor e fascínio. Filha das areias alvas, do enlace entre os ceus anis e rubros, a servidão rege sua sorte. Em deleite velado, ela aguarda, estática entre bálsamo e sabor. As chamas lhe pertencem, o instrumento da sublimação – a sacerdotisa, cabeça desnuda e vestes delgadas, é o receptáculo da catarse.
A soberana banqueteia-se dos frutos do tempo cálido, um espólio das criações áureas da terra. A forma de seu corpo – carne macia, nuances animalísticas -, confunde-se entre as noções da visão. Ainda que impercebida, a besta, em matéria e presença, é visível aos olhos da consciência plena.